quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Isidro Dias Pires - 10/02/1926 a 14/05/2001

O meu pai completava hoje 90 anos (arquivo pessoal)

Pai (pelo nonagésimo aniversário de nascimento)

Homem simples e bom
Como devem ser os Homens
Deu-me e dedicou-me a vida
Dele herdei este modo de ser e estar
Que não é mau nem bom, é meu
Agarrado às raízes, nunca quis partir
Talvez, porque alguém tinha de ficar
Eu vagueio por aí
Parti trazendo comigo
A herança que me legou
E a memória do tempo e dos lugares
Quando chegou a altura de se ausentar
Chamou por mim, e fui
Aguardou a minha chegada
E partiu

Aníbal C. Pires, Ponta Delgada, 10 de Fevereiro de 2016

Sem comentários: